BeOne Technologies

Usar a fotobiomodelação como tratamento é o grande foco da BeOne Technologies, uma startup biotecnológica participante da segunda edição do Design Export.

Com a Spark Design, a empresa desenvolveu um equipamento médico-hospitalar com design moderno e inovador que acelera a cicatrização e a cura de feridas de pés diabéticos.

A BeOne é detentora de uma tecnologia embarcada que emprega comprimentos de onda eletromagnéticas que conseguem dar comandos genéticos às células. Com isso, aumentam a velocidade de cicatrização e diminuem o processo inflamatório. Outro comprimento de onda é empregado para eliminar microrganismos que causam infecções e, por isso, também atua de forma preventiva.

O desafio da Spark foi transformar essa solução em um produto físico que fosse de fácil uso e higienização e onde coubessem diferentes formatos de pés. Atualmente os tratamentos disponíveis nos hospitais e clínicas são meramente paliativos e visam apenas amortecer as complicações do paciente.

“Precisávamos oferecer um uso ergonômico ao usuário, independente do tamanho do paciente e da sua posição – sentado ou deitado – já que cada fator requer uma posição e angulação diferente do aparelho”, diz o designer Hugo Honjik. Entre várias reuniões entre designers e empresa, surgiu a oportunidade e a possibilidade de usar o princípio do “João Bobo” para que o ângulo e a posição do aparelho se ajustassem automaticamente à posição do pé e da perna do paciente.

O resultado é um produto disruptivo responsável por entregar um tratamento não invasivo, rápido e barato para tratamento do pé diabético. “Ficou incrível. Nosso produto ficou lindo e com uma usabilidade fora do comum para um equipamento médico. Iremos salvar milhares de pessoas de sofrerem amputações”, diz o CEO da BeOne, Caio Guimarães. O produto tem um design que dispensa a necessidade de uma base e mecanismos de giro, com liberdade de movimentos de 100%. Possui uma capa protetora e um apoio da perna e do calcanhar.

A empresa está em processo de registro do produto na Anvisa para iniciar a produção e comercialização, com expectativa de começar em maio de 2019. O grande foco da empresa são os mercados dos Estados Unidos, Reino Unido e Europa.

Mais de Centro Brasil Design
Conheça os vencedores da 25ª edição do Prêmio Salão Design
Dentre os 575 projetos inscritos, 11 foram contemplados na mais tradicional premiação...
Leia mais
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *