Observatório de Inovação para Cidades Sustentáveis lança nova plataforma como espaço colaborativo

O Centro Brasil Design participou da pesquisa para o levantamento de cases para o observatório, trazendo o olhar do design para soluções inovadoras para as cidades.

O Centro de Gestão e Estudos Estratégicos realiza, no próximo dia 5, às 16h, o lançamento da nova plataforma do Observatório de Inovação para Cidades Sustentáveis (Oics). A iniciativa é realizada no âmbito do CITinova, projeto multilateral realizado pelo Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI). O evento acontece em ambiente online e é aberto para todos os públicos. O Oics tem como objetivo a promoção da sustentabilidade nas cidades brasileiras, por meio de tecnologias inovadoras e planejamento urbano integrado.

A coordenadora nacional do projeto CITinova, Suiá Rocha, destaca que no contexto atual, em que a população cresce com demandas cada vez maiores de alimentos, água e habitação, o uso de soluções urbanas sustentáveis pelos municípios é um dos pilares transformadores para uma nação cada vez mais igualitária, responsável ambientalmente e desenvolvida econômica, social e cultural. “A plataforma do observatório traz, entre outras ferramentas, a possibilidade de buscar as soluções mais adequadas para o devido contexto territorial”, afirma.

O trabalho do observatório é disseminar conteúdo e apoiar a tomada de decisão com base em evidências. Com uma plataforma virtual, o intuito é mapear e divulgar soluções urbanas inovadoras, contextualizadas ao território nacional. As propostas mapeadas são classificadas nas áreas de água, resíduos sólidos, mobilidade, soluções baseadas na natureza, energia e ambiente construído. “Em um país cuja população habita majoritariamente áreas urbanas, pensar a sustentabilidade dos municípios brasileiros é uma etapa importante para oferecer melhor qualidade de vida para a população”, destaca o assessor técnico do CGEE e coordenador do projeto, Marco Lobo.

A nova plataforma irá trazer um banco de dados de soluções inovadoras para consulta nos temas relacionados à sustentabilidade urbana; um mapa dinâmico, para cruzar as informações das soluções com as características sociodemográficas e ambientais dos diferentes tipos de território que compõem o Brasil; publicações relacionadas aos temas e trabalhos desenvolvidos; informações sobre o andamento dos pilotos do projeto CITinova (Brasília e Recife); e notícias sobre eventos e atualidades que envolvem sustentabilidade.

O coordenador afirma, ainda, que a sustentabilidade urbana não será exercida apenas pelo poder público, mas deve envolver diferentes setores. Com os conteúdos disponíveis na nova plataforma, os usuários serão capazes de levantar informações sobre os seus contextos e as alternativas sustentáveis disponíveis. Além disso, foi desenvolvido um banco de fornecedores, reunindo empresas e empreendedores que atuam nas áreas mapeadas pelo observatório. O objetivo é conectar o setor público e privado, a academia e a sociedade civil na identificação e desenvolvimento de soluções inovadoras para as cidades brasileiras.

Todos os dados utilizados na caracterização do território, assim como a ferramenta SIG Web do Mapa Interativo, são dados abertos construídos em software livre. A plataforma é colaborativa, tendo como intuito a participação de todos para a construção de cidades mais sustentáveis. “O observatório será um espaço colaborativo, onde os usuários poderão incluir soluções e estudos de caso, assim como se cadastrar enquanto fornecedores para divulgar os seus produtos e serviços em um grande movimento em prol de cidades brasileiras mais sustentáveis”, ressalta Lobo.

O Centro Brasil Design contribuiu com o Observatório por meio de uma vasta pesquisa de soluções inovadoras para cidades mais sustentáveis com a devida atenção ao design. “O objetivo é mostrar soluções que possam ser incorporadas pelos gestores públicos e que sejam voltadas à atender as necessidades das pessoas com o menor impacto possível ao meio ambiente”, diz Letícia Castro, Diretora Superintendente do CBD.

CITinova – Com financiamento do Fundo Global para o Meio Ambiente (GEF, na sigla em inglês), o CITinova é um projeto multilateral realizado pelo MCTI, implementado pelo Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente (PNUMA) e executado em parceria  com a Agência Recife para Inovação e Estratégia (Aries) e Porto Digital, o CGEE, o Programa Cidades Sustentáveis (PCS) e a Secretaria do Meio Ambiente (Sema/DF). Informações sobre o CITinova podem ser acessadas neste link.

Serviço:

Lançamento da nova plataforma do Observatório de Inovação para Cidades Sustentáveis

Data: Quinta-feira, 05 de novembro de 2020

Hora: de 16h às 18h

Para se inscrever, clique aqui. 

Informações: [email protected]

Mais de Leticia Castro

O design é essencial dentro da economia circular

São os designers que pensam criativamente para que itens e embalagens possam...
Leia Mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *