Kanzo

O moovexx CÓS, tecnologia desenvolvida pela Kanzo – uma confecção de roupas masculinas, une conforto e estética em calças e bermudas permitindo que um elástico embutido no cós das calças se estique de acordo com os movimentos do corpo. Os benefícios dessa tecnologia são muitos, já que o sistema permite a melhora na respiração e na digestão do usuário por diminuir a pressão sob o abdômen. Além de mais liberdade de movimentos, o moovexx mantém o conforto com até duas numerações de diferença e dá um efeito de calça sob medida.

A tecnologia teve grande aceitação entre os consumidores da marca Kanzo, que hoje atende outros mercados e outras marcas como Noir, Le Lis Blanc Petit e Básico que passaram a utilizar o moovexx em seus produtos.

A grande dificuldade percebida pela Kanzo era comunicar os benefícios dessa tecnologia, já que eles são “sentidos” e não “vistos” e muitas vezes são aplicados em produtos de outras marcas. Renata Iwamizu, fundadora da Kanzo, percebeu que, ao explicar a funcionalidade da tecnologia em eventos para o consumidor, os resultados eram significativamente maiores. Por isso, a empresa procurou o Programa Design Export para criar um projeto de comunicação com uma linguagem que traduzisse tudo o que a tecnologia moovex, aliada ao produto final, pode oferecer para o consumidor.

O Processo

Na primeira exposição da tecnologia que aconteceu no evento Be Brasil, em Nova York, em outubro de 2013, somente a moovexx e a Rhodia possuíam tecnologia “inside”, aquela que não é capaz de comunicar o produto nos segundos iniciais que o espectador observa o produto, necessitando, assim, de explicações. Todos os demais expositores tratavam de inovação em estilo. Foi então que a necessidade de comunicar a tecnologia ficou clara. “Entendemos, a partir daí, que a mesma dificuldade encontrada naquele momento deveria acontecer com nossos clientes lojistas, necessitando demasiadamente do preparo da equipe de vendas. Chegamos a conclusão de que somente um plano de comunicação especialmente desenvolvido para a tecnologia poderia suprir a demanda”, comenta Renata.

A Chelles e Rayashi Design, junto com a equipe da moovexx, pensou meios de comunicação especialmente desenvolvidos para explicar a tecnologia e que não precisassem de demonstração prática nos pontos de venda para ter a inovação percebida. Para chegar ao resultado final, o escritório de design realizou uma vasta pesquisa de mercado. Também realizou reuniões com a empresa e brainstormings para geração de ideias. Durante esse processo, algumas alternativas foram discutidas, desde vídeos explicativos, painéis, o desenvolvimento de um material que se expande para exibir uma mensagem explicativa, um display informativo, uma etiqueta que também se expande, etc.

Dentre tantas opções, a alternativa escolhida para as primeiras experiências com os clientes foi a de um painel lenticular com imagens que apresentam a flexibilidade que a tecnologia traz conforme a pessoa se aproxima ou se afasta do painel. “Esse novo produto também fará parte de um conjunto de benefícios que a empresa oferece para os parceiros e licenciados do sistema” diz Renata.

Segundo a empresária, a conexão direta do escritório de design de produto com o cliente foi fundamental para atender as expectativas. “Tivemos sucesso no resultado porque acompanhamos de perto todo o desenvolvimento e trabalhamos em conjunto. Foi uma surpresa positiva saber que a Chelles e Rayashi é capaz de executar protótipos no meio do processo como método de desenvolvimento, o que facilita significativamente a evolução do modelo”, reflete Renata.

Com esse plano de comunicação, a expectativa é que o interesse sobre o produto aumente em 50%. “Projetamos também que o crescimento das marcas que utilizarem essa comunicação seja de 30% por ano”, comenta Renata Iwamizu.  “Certamente, sem o apoio recebido do Design Export seria inviável receber o trabalho de uma agência como a Chelles e Rayashi, que atende grandes marcas e desenvolve trabalhos de alto nível. Aumentamos as chances de sucesso com o projeto desenvolvido”, reflete a empresária.

A moovexx possui duas patentes requeridas no território nacional e extensão em mais 6 países (incluindo UE): o sistema flexível de cós e o cinto.

Mais de Jaqueline Tiepolo

CBD é um dos realizadores do Italian Design Day, em Curitiba

O Centro Brasil Design é um dos realizadores do Italian Design Day,...
Leia a publicação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *