O programa Design Export, na sua terceira edição, começa a mostrar os primeiros resultados

O projeto de exportação para a indústria moveleira GS Móveis, desenvolvido pela Furf Design Studio no programa Design Export, foi lançado em feira para compradores nacionais e internacionais de 8 a 10 de outubro em São Paulo.

No ultimo mês, a GS Móveis e mais três empresas do setor se uniram para apresentar seus lançamentos de 2020 para 300 lojistas. As empresas representam os estados do Rio Grande do Sul, Paraná e São Paulo e juntas possuem faturamento superior a R$ 2,5 milhões por mês.

Dentre os lançamentos o destaque foi para a coleção Raízes que apresenta três móveis que usam cordas para estruturar e desenhar árvores imaginárias. Segundo os designers Maurício Noronha e Rodrigo Brenner, da Furf Design Studio, “precisamos respeitar nossas raízes para alcançarmos um futuro saudável. Com árvores simbólicas, trazemos a natureza para perto.”

As peças possuem ajustes de altura para que os móveis possam se adaptar ao pé direito dos mais diferentes interiores. O movimento das cordas torna possível que o produto fique extremamente compacto quando embalado, para reduzir os impactos ambientais da logística nacional e de exportação.

Para os empresários Cintia Gomes e Vitor Stival, o ganho em participar de um projeto nacional de incentivo ao uso do design para exportação trouxe uma nova perspectiva para a GS Móveis que está preparada para alcançar novos mercados e implementar novas estratégias. A primeira delas foi introduzir uma ação inédita na empresa, onde parte do lucro da venda de todas as peças será doado para o plantio de mudas de árvores nativas em parceria com instituições especializadas no Brasil.

O programa Design Export, na sua terceira edição, começa a mostrar os primeiros resultados. Parceria da Apex-Brasil e do Centro Brasil Design, o programa é baseado na metodologia Design na Prática©, que tem como objetivo facilitar a inserção do design nas empresas.

De forma acessível e clara, a empresa é orientada a descobrir o passo a passo para o desenvolvimento de um produto ou embalagem inovadora e com design.

Para Ana Claudia Barbosa, Gerente de Competitividade da Apex-Brasil, “o interessante do programa é a conexão dos empresários a profissionais de design para que recebam consultorias e capacitações, além de todo apoio técnico e financeiro para a criação de embalagens e produtos voltados ao mercado internacional.”

Segundo Ana Brum, Diretora Técnica do Centro Brasil Design, “desde 2013 o Design Export, que hoje está na sua terceira edição, já atendeu 369 empresas de mais de 120 cidades de 17 diferentes estados brasileiros contribuindo para o aumento de 61% das exportações das empresas participantes.”

Mais de Leticia Castro

iF Design Talent Award tem projeto brasileiro premiado

Iniciar sua carreira sendo premiada internacionalmente no maior prêmio de design do...
Leia Mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *