Signo Vinces

Com o objetivo de aumentar as vendas e adequar seus produtos de forma a levar mais praticidade para o consumidor, a empresa paranaense Signo Vinces, com ajuda do Centro Brasil Design e do escritório paranaense Dangelo Di, criou o EVO – um kit cirúrgico voltado para cirurgiões dentistas.

A Signo Vinces já fabricava kits cirúrgicos com boa aceitação no mercado antes de conhecer os programas Paraná Inovador pelo Design e Design Export, cujo objetivo é ajudar as indústrias a enxergarem o potencial de inovação e design que seus produtos podem ter.  Foi aí que o proprietário da empresa, Fredy Vogt, percebeu que queria criar no consumidor o desejo de ter um kit Signo Vinces e a partir daí vislumbrou  a oportunidade de inovar e se tornar mais competitivo .

Com a orientação do Centro Brasil Design e de um escritório de design  capacitado, foi iniciado um processo de pesquisa importante para a inovação do produto. Nas pesquisas realizadas, foi percebido que produzir os kits em tamanho menor, mais funcional e com design moderno e inovador traria mais benefícios aos usuários – no caso, os cirurgiões dentistas. “O kit cirúrgico precisa ser um produto que gere impacto, que os cirurgiões vejam como um presente, e que queiram manter em suas mesas de cirurgia, não basta que o vejam só como um produto médico – mas também como um produto inovador, com tecnologia e design”, afirma Vogt .

De acordo com o designer Rodrigo Dangelo, a primeira impressão que ele teve do projeto, quando o recebeu, foi a de que o kit cirúrgico que a empresa já comercializava tinha muito espaço para melhorias. “Existia muito para melhorar no produto tanto funcionalmente quanto esteticamente”, conta. A embalagem comercial utilizada pelo produto não o diferenciava dos concorrentes, e os demais produtos oferecidos no mercado eram muito similares aos da Signo Vinces, o que reforçou o ideal e a necessidade de criar uma diferenciação com um novo produto, tornando-o objeto de desejo. Com as melhorias, o EVO poderia se destacar no mercado.

O caso se encaixava perfeitamente no Design Export, programa que apoia empresas brasileiras no desenvolvimento de produtos inovadores e com design diferenciado, voltados à exportação. Executado pela Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil) e pelo Centro Brasil Design, o programa orienta as empresas participantes em todas as fases do projeto de desenvolvimento de um novo produto, além de dar apoio financeiro à contratação de escritórios de design. Foi por meio da abordagem do programa que Vogt percebeu o potencial que o produto tinha e tudo que o design poderia agregar.

A Empresa

A Signo Vinces é uma empresa de médio porte localizada em Campo Largo, no Paraná, que atua com equipamentos odontológicos. Seu público-alvo são os profissionais e empresas do ramo da Saúde.  Foi fundada no ano 2000 e é dirigida pelo empresário Fredy Vogt. A Signo Vinces desenvolve implantes odontológicos e seus derivados em conjunto com profissionais na área da saúde, partindo da base sólida da pesquisa científica para lançar seus produtos devidamente certificados no mercado.

O Processo

O desenvolvimento de projeto foi feito pela Dangelo Di em parceria com os setores de Marketing e Engenharia da Signo Vinces e com a consultoria do Centro Brasil Design. Para nortear todo o desenvolvimento do projeto, foi criada por essa nova equipe uma listagem de requisitos técnicos e conceituais. O conteúdo dessa tabela foi alimentado ao logo do desenvolvimento, através de testes, pesquisas e vivências em campo.

Kit antigo aberto

É importante ressaltar que a Signo Vinces já possuía um know-how muito grande sobre o produto. A Dangelo Di captou todo esse conhecimento com novos olhos, propondo então novas soluções e conceitos. “Por ser um produto que precisa da certificação ANVISA, tivemos que balancear a estética e a funcionalidade com as restrições técnicas específicas, sem deixar de lado, é claro, a viabilidade fabril”, conta Rodrigo Dangelo.

Na fase de pesquisa, uma das etapas consistiu em acompanhar os procedimentos cirúrgicos para entender a fundo a usabilidade do produto e identificar qual é a ideia de valor para o usuário. Para a empresa, observar na prática o dia a dia de quem usa o produto pareceu ser uma experiência mais enriquecedora do que apenas criar um projeto sem ter essa referência.

Foi desenvolvido então um protótipo para testar tanto os aspectos visuais quanto as questões técnicas envolvidas. O lançamento oficial do produto foi realizado durante o IN 2013 – Latin American Osseointegration Congress, no dia 25 de setembro, em São Paulo.

Quanto ao cronograma – as pesquisas, análise de concorrência e geração de alternativas foram realizadas em maio de 2013. Em junho, foram trabalhadas a análise e refinamento das alternativas e o detalhamento virtual do produto. As análises e testes, bem como prototipagem e ajustes finais foram realizados em julho. Em agosto, foi feita a produção de molde e, no mês seguinte, ajustes foram realizados na produção do molde, máster e tampografia. O lançamento ocorreu também em setembro, mas a produção final teve fim em outubro.

Kit novo aberto

Resultados

O reestudo de materiais e processos possibilitou uma redução surpreendente do custo de fabricação de 43%. Como se trata de um produto que já existia e foi melhorado, foi possível conquistar um produto superior, com um investimento de cerca de R$ 120.000,00 reais.

Para a Dangelo Di houve um aumento de visibilidade, já que o projeto está sendo divulgado amplamente. “Ter um produto realizado em um projeto com apoio da Apex-Brasil e do Centro Brasil Design tangibiliza nosso serviço facilitando futuras vendas”, conta o designer.

Com o sucesso desse projeto o empresário percebeu, de fato, a contribuição que o profissional de design poderia trazer para sua empresa.  Iniciou-se, então, o desenvolvimento de toda uma nova linha de produtos da Signo Vinces com design da Dangelo Di.

Nesse conteúdo
,
Mais de Jaqueline Tiepolo

Gisela Schulzinger é a jurada brasileira do iF DESIGN AWARD 2019

Atuando em concordância com os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS), o CBD...
Leia a publicação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *