The Plus – Fábrica de móveis da Vestre

O Desafio

A Vestre AS é uma fabricante de móveis para ambientes externos há mais de 70 anos, que há muito tempo segue o lema: Todos podem salvar o planeta, pelo menos um pouco. A Vestre tornou a sustentabilidade de longo prazo um pré-requisito em todas as partes de suas operações e esse compromisso foi vinculado aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da ONU.

O objetivo da Vestre era investir numa planta fabril em que fossem implementados conceitos de sustentabilidade como soluções favoráveis ao clima; uso de energia limpa e renovável; cadeias de suprimentos verdes; parcerias mutuamente benéficas; geração de empregos atrativos com oportunidades para todos; tornar a comunidade de Magnor um lugar turístico trazendo visitantes do mundo todo e inspirar outras indústrias a fazer parte do “green shift”.

A empresa Vestre acredita que mudanças climáticas e perdas da biodiversidade são os maiores desafios da nossa era, porém é possível gerar crescimento verde, ou seja, crescimento econômico alcançado com a gestão dos recursos naturais do mundo de forma sustentável e o setor industrial tem todas as oportunidades para liderar a mudança verde. E, para provar isso, está construindo a fábrica de móveis mais sustentável e ecológica do mundo, na Noruega, e pretende mostrar que os projetos industriais também podem ser inovadores em âmbito global na área ambiental.

O Projeto

O projeto “The Plus” a fábrica de móveis mais sustentável e ecológica do mundo foi feito pela Bjarke Ingels Group (BIG), sob a coordenação do arquiteto dinamarquês Bjarke Ingels e sob direção do CEO  da Vestre AS Jan Christian Vestre. A fábrica será construída numa floresta Norueguesa no vilarejo Magnor, no município de Eidskog.

O Plus foi concebido como a tradução direta da logística em arquitetura. As quatro áreas de produção – a fábrica de cores, a fábrica de madeira, o departamento de montagem e o depósito – estão dispostas em torno de um pátio central que constitui o coração do edifício. A geometria fornece um fluxo de trabalho aberto e eficiente, permitindo que todas as quatro alas da fábrica estejam em contato direto com a floresta. No centro do edifício está o laboratório de experiências, que oferece uma vista de 360 graus de todo o processo de produção. Como a junção entre as quatro alas da fábrica precisa acomodar todo o tráfego relacionado à produção de maneira suave e eficiente, ela foi projetada no formato de uma rotatória interna. Isso deixa espaço para um pátio central ao ar livre, onde a Vestre pode mostrar suas últimas coleções de móveis em todas as estações do ano.

A fábrica tem uma classificação de isolamento excepcional, janelas com perda mínima de energia, um sistema de fornecimento de energia avançado com painéis solares, além de poços geotérmicos. De acordo com o estúdio de arquitetura, BIG, isso significa que a necessidade de energia do prédio é 90% menor do que uma fábrica equivalente.

O Plus fará uso de várias soluções da Indústria 4.0, incluindo robôs industriais de autoaprendizagem, que podem dar aos produtos sua cobertura de cor final com a ajuda de reconhecimento de objetos e inteligência artificial. As mudanças de cor que costumavam levar 15 minutos agora podem ser realizadas em 30 segundos. Uso de scanners inteligentes que otimizam a função de processamento de madeira e reduzem o desperdício ao mínimo absoluto; uso de caminhões elétricos sem motorista que gerenciam de forma autônoma o fluxo de mercadorias durante a produção. Além disso, será possível operar toda a fábrica a partir de um tablet, podendo-se fazer uso de grandes quantidades de dados de produção para o trabalho de melhoria e desenvolvimento de processos. Ao fazer uso dessa tecnologia em conjunto com a inovação impulsionada pelos funcionários o Plus irá fabricar mais rápido, mais ecológico e com custo mais baixo, para o benefício dos clientes em todo o mundo.

A empresa também buscou oferecer um ambiente saudável, seguro e em harmonia com a natureza. No ambiente de trabalho do Plus, os empregados terão à sua disposição máquinas e equipamentos modernos, instalações bem iluminadas com temperatura estável durante todo o ano, grandes janelas com vista para a floresta, áreas externas acessíveis, alimentação saudável feita com produtos de origem local, instalações de treinamento, bicicletas gratuitas e carregamento rápido de veículos elétricos para todos os funcionários.

A cobertura do Plus estará aberta a todos, durante todo o ano. O visitante pode conhecer de perto a fábrica e seus processos de fabricação, além de vivenciar um belo entorno natural. Os visitantes terão acesso ao telhado por meio de rampas e escadas que estão conectadas a caminhos florestais novos e existentes. Esses caminhos serão construídos de acordo com o padrão de acesso universal, para que todos possam utilizá-los.

“O Plus tem uma geometria simples em forma de X, que deixa você com a sensação de estar na floresta o tempo todo, mas permite que o fluxo de produção permaneça altamente eficiente. O ponto central da cruz cria um hub de logística eficaz e um ponto de encontro para empregadores e visitantes ”, afirma o arquiteto Bjarke Ingels.

O Resultado

O resultado é uma fábrica em uma tipologia inteiramente nova, onde pessoas, produção, tecnologia, arquitetura e natureza estão completamente integrados uns com os outros. Um novo modo de pensar produção, logística, marketing, uso de energia e água, recursos humanos e todo o universo que envolve uma planta fabril.

A fábrica irá gerar 50% menos emissões de gases de efeito estufa do que uma fábrica convencional. Como resultado, a Vestre irá mais do que cumprir a meta do Acordo de Paris de reduzir as emissões de gases de efeito estufa em 40% até 2030 em relação a 2020. Também a meta aprimorada da Noruega de uma redução de 50% nas emissões no mesmo período será considerada cumprida pela nova planta.

O projeto irá gerar novos empregos diretos e indiretos, além de tornar a comunidade de Magnor um lugar turístico trazendo visitantes do mundo todo.

O complexo fabril recebeu a certificação BREEAM (Método de Avaliação Ambiental do Building Research Establishment (BRE), na classificação como excelente.

A construção da fábrica foi iniciada em 25 de setembro de 2020 e a sua conclusão está prevista para setembro de 2021.

“Com o uso de tecnologia de ponta, o projeto Plus provará que a indústria Vestre e escandinava podem produzir mais rápido e mais verde do que nunca e, assim, garantir nossa competitividade global”, disse o CEO da Vestre, Jan Christian Vestre.

“A mudança climática provocada pelo homem é o maior desafio do nosso tempo. Acredito sinceramente que todos podem salvar o planeta, pelo menos um pouco. A sustentabilidade é resultado das escolhas que fazemos todos os dias ”, afirma Jan Christian Vestre. Ele espera inspirar as pessoas a agirem e participarem da mudança verde.

 

Mais de Centro Brasil Design

Frutos da Amazônia

A Amazônia, muito conhecida como o “pulmão do mundo” por absorver grande...
Leia Mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *