beLEAF

O Desafio

A Nova Kaeru é uma empresa brasileira pioneira no curtimento orgânico de plantas e peixes (pirarucu). Com vinte anos de experiência, todo o processo de curtição utilizado pela empresa é baseado em métodos naturais, no respeito ao meio ambiente e às pessoas. A partir da inclusão da tecnologia, sem perder de vista os conceitos de responsabilidade e de respeito ao meio ambiente, a empresa se posiciona de forma objetiva perante seus concorrentes e fornecedores.

Todo o processo da empresa é regulamentado e prioriza a economia circular. Os couros de peixe provêm de resíduos da indústria alimentícia, todos os fornecedores são rastreados e há uma atenção especial com toda a cadeia que se inicia no cuidado aos pescadores, criadores, famílias e a natureza.

O pioneirismo é uma constante no processo metodológico da empresa, a primeira a curtir couros orgânicos a partir de um método de curtimento inédito que utiliza insumos isentos de metais pesados para transformar materiais biológicos em produtos de luxo com longa durabilidade.

Dentro desta perspectiva de trabalhar com produtos não convencionais, que agregam beleza, sofisticação e, principalmente, sustentabilidade, a empresa buscou o desenvolvimento de novos materiais e em 2019 chegou na transformação das folhas da planta Orelha de Elefante em um produto que tem características similares a do couro animal. Foram cinco anos de pesquisa e desenvolvimento para a criação do biotecido denominado de beLEAF.

O Projeto

O produto final é um material alternativo ao couro, desenvolvido a partir de folhas de orelha de elefante, planta comum à flora e aos jardins brasileiros, produzido pela Nova Kaeru, o único curtume orgânico do mundo, localizado no Brasil. Foram cinco anos de pesquisas até o resultado final, um Biotecido que possui características muito similares ao couro bovino, com a diferença de que a emissão de CO2 de seu processo de fabricação é compensada pela absorção de carbono do plantio e crescimento das folhas, feito em uma área vizinha a empresa.

Todo o processo de desenvolvimento e curtição da matéria-prima é bastante rigoroso e prioriza o menor impacto possível ao meio ambiente. Os agentes curtentes são todos orgânicos e não há uso de metais pesados. Para o acabamento, há uma camada de proteção em poliuretano proveniente do petróleo, que em breve a empresa vai mudar para PU vegetal. No processo industrial, são inseridas etapas no momento do curtimento onde se tem o aproveitamento de água, estação de tratamento e todos os requisitos para que o processo de menor impacto ao meio ambiente. Além disso, a empresa emprega mais de 80 fucionários em uma região essencialmente rural, melhorando a qualidade de vida destas pessoas.

A prática de reflorestamento realizado no cultivo das plantas oferece O2 para a atmosfera e os resíduos orgânicos são compostados e utilizados como nutrientes para o solo, ajudando na preservação do bioma, fauna e cursos d’agua.

A conexão entre a empresa Nova Kaeru e o escritório Furf Design Studio veio para consolidar o uso desta matéria-prima em um processo industrial permitindo a aplicação da mesma aos mais diversos itens de uso diário, em uma possível substituição do couro.

O Resultado

O desafio dos designers era aplicar a nova matéria-prima à produtos que fizessem parte do contexto diário das pessoas para, desta forma, mostrar sua real aplicação. Desenvolveram, então, uma linha de móveis composta por dois bancos e duas banquetas revestidas com o biotecido.

Os móveis têm um caráter extremamente inovador e futurista feitos com aço reciclado que se contrapõe à característica natural do biotecido, que destaca as fibras e a cor natural da folha curtida. Segundo os designers a proposta é justamente uma provocação entre o futuro construído pelo homem e a solução ancestral entregue pela natureza. O resultado ressalta a necessária convivência entre o homem e o meio ambiente.

O projeto cumpriu seu objetivo com grande repercussão na mídia e em premiações chamando a atenção para o uso do beLEAF. O material também foi reconhecido como Melhor Material Natural na Feira de Couro Ásia Pacífico, em Hong Kong.

“A conexão com a Furf foi essencial para concretizar este processo de inovação, pois permitiu aplicar a matéria-prima a produtos cotidianos e contextualizar sua aplicação.” Eduardo Filgueiras, Diretor Técnico da Nova Kaeru.

“O futuro pede para ser sustentável e a sustentabilidade pede para ser futurista. A Outono é a primeira coleção de produtos do mundo criados com o revolucionário biotecido de folha”. Maurício Noronha, Furf Design Studio.

Mais de Centro Brasil Design

RE

O projeto de branding e design para a RE, desenvolvido pela consultoria...
Leia Mais

2 Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *